sábado, 3 de janeiro de 2009

2009 A.D.

Ei, já é outro ano! Dois mil e nove. Caramba, parece ontem que o milênio estava virando (as duas vezes). "Ano dois mil era futuro há pouco tempo atrás". Já devíamos estar viajando pelo espaço e com colônias estabelecidas na Lua.

Ok, não importa. Sem grandes discussões de virada e blábláblá de renovação (pessimista ou otimista) dessa vez. Escrevo só por escrever agora. Sem muita paciência para brincar de blogueiro. Fechando uma dissertação que vai me dar o que pensar para o resto da vida. E não me preocupando nem um pouco em ser cerebral além disso. Eu já fui mais interessado em tudo...

Ah, por sinal, agora parece que é inverno no hemisfério Sul em janeiro também. Dois dias de tempo fechado, chuva e ventania. Dá vontade de perguntar para o camarada pousado no busto de Palas:

Prophet - said I - thing of evil! Tell me, will a week of sun bless again the shore?

Quoth the raven, "Nevermore".

Eita, essa vida... Continuem não esperando nada de mim no futuro próximo, se é que ainda esperavam alguma coisa. ;)

4 comentários:

Anônimo disse...

eu espero sim! baralhos indestrutíveis e muitas cartas para trocar!
huahauahauahuahaua

Rodrigo Oliveira disse...

pô, corvo da tempestade. o q me lembra: trash selado!

P.S. Estamos em 2009 e Poe continua sendo o cara.

Félix B. Rosumek disse...

hahaha, vocês são muito nerds!

eu não. nem um pouco. hauhauhaua!

Marina Melz disse...

olha, no assunto onde mais me relaciono contigo - o Duelo - minha expectativas em você são altas: quando eu pensei que no tema "eu te amo" tu ias matar um, conseguisse se superar.