quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Check-up periódico II

Após um setembro matador e alguns meses "in(f)vernais", a primavera chegou. Para mim, ao menos. Nem tanto para o mundo exterior, novamente com problemas aquáticos.

Três perrengues solucionados nesta semana:

* Seleção de doutorado: projeto entregue hoje e, para algo feito praticamente em uma semana, acredito que seja um concorrente aceitável. É só não vacilar na prova e apresentar bem (sim, tem apresentação do projeto ainda) que tenho chances. Rumo a Campinas 2010! Se rolar, eu estarei no melhor lugar onde poderia estar para isso no Brasil (e guardem suas piadinhas sobre a sexualidade dos campineiroas para caso eu passar).

* Falta de grana: a segunda bolsa que eu estava de olho, necessária para a comida e lazer (em complemento à primeira, que pagava aluguel, contas e a Coca-cola), vai sair. Ainda não assinei nada, então um pé está lá atrás, mas o primeiro já foi para a frente, ao menos. Ganhando esses trocados, dá para ficar pela Ilha até o doutorado.

* Mais falta de grana ainda: sim, além de estar só ganhando uma bolsa, ela não estava sendo paga! Agora foi, afinal. Não preciso mais pedir empréstimo para pagar aluguel, contas e a Coca-cola.

É um bom período, então. As perspectivas otimistas para o futuro são de uma trabalheira ainda nos meses por vir (mas trabalhos recompensadores) e uma finaleira com algum espaço para curtição em SC, antes de ir de mala e cuia para Campinas (dessa vez para ficar, ao menos os quatro anos do doutorado). As pessimistas são não passar na seleção, não ganhar a segunda bolsa e ter que voltar para a casa da família em Blu por falta de grana, e virar um sanguessuga paterno que bebe até nas segundas. De manhã.

Felizmente, no momento está pendendo mais para as primeiras que as segundas...

3 comentários:

Fábio Ricardo disse...

Se precisar de companhia para beber nas segundas de manhã, é só avisar.

Rodrigo Oliveira disse...

Opa. Torcendo aqui pelas piadinhas gays. Bom receber as boas novas, rapaz. Sorte ae. Que o panteão tagmariano sopre ventos favoráveis. O doutorado vai ser em que (eu tinha muitas piadas sobre isso mas vou deixar quieto e só perguntar mesmo)

Félix B. Rosumek disse...

Rodrigo, é na mesma área onde fiz o mestrado, Ecologia. Mas vou sair um pouco da filosofia-teoria (que fiz no mestrado) para ir para a suadeira, sol e mosquitos de campo, já que ninguém contrata ecólogo teórico no Brasil. Mas seguindo firme nas viagens filosóficas paralelamente. Até é um motivo a mais para estar indo pra Campinas, o orientador lá também curte essas coisas (não, não essas que estais pensando: a teoria e a filosofia, ok?).